O SERMÃO E A PREGAÇÃO

O SERMÃO E A PREGAÇÃO

O sermão e a pregação.
Continuamos procurando firmar a proposição de que a pregação é a tarefa primordial da Igreja, bem como do ministro da Igreja. Temos aduzido provas escriturísticas acerca disso, além de provas extraídas da história eclesiástica.

E então esforçamo-nos por desdobrar o argumento teológico, mostrando como a nossa própria teologia insiste nesse particular, por causa do tema que estamos abordando, lendo feito isso, começamos a considerar algumas objeções a toda essa questão.

A primeira objeção foi: “Os tempos não mudaram?” E a segunda foi: “Todas essas coisas não podem ser feitas agora por meio da leitura, da televisão, do rádio, ou coisa semelhante?”

Isso abre o caminho para uma terceira objeção, a qual indaga: Tudo isso não poderia ser realizado mais perfeitamente através de debates em grupo? Por que tem de
ser feito mediante a pregação? Por que essa forma específica? Não poderia ela ser substituída por alguma espécie de ‘diálogo’, conforme atualmente se chama a troca de pontos de vista?

Não deveríamos encorajar a apresentação de mais perguntas, ao término do sermão, bem como um diálogo efetuado entre o ministro e as pessoas que vieram escutar, tudo, naturalmente, dentro do âmbito da Igreja?

Outrossim, tem sido sugerido que também se pode fazer isso na televisão, por meio de debates; que haja debates em mesa-redonda, algumas pessoas cristãs e outras não, as quais discutirão entre si.

A sugestão é que esse não é somente um bom método de evangelização, o igual torna conhecida a mensagem bíblica, mas que é, na presente época, um método superior ao da pregação.

curso pregador de qualidade é bom

O CURSO PREGADOR DE QUALIDADE É BOM?

O SERMÃO E A PREGAÇÃO

A verdade nos é revelada nas Escrituras e por intermédio daquela iluminação que .só o Espírito Santo pode proporcionar. Meu argumento, portanto, é que toda essa noção de efetuar debates, discussões ou troca de pontos de vista a respeito dessas questões é algo que milita contra a própria característica e a natureza do Evangelho.

Rejeito todas essas modernas substituições para a pregação, portanto, e afirmo que só existe um caminho; e esse foi o caminho adotado pelo apóstolo Paulo em pessoa, em Atenas. Já tive ocasião de citar o apóstolo: “Pois esse que adorais sem conhecer, é precisamente aquele que eu vos anuncio”.

Essa declaração é essencial; exige o primeiro lugar. Não pode haver troca de idéias proveitosa enquanto essa declaração não tiver sido feita e as pessoas não tiverem recebido certo acúmulo de informações. Essa “declaração” é algo que nós, a Igreja, o pregador com exclusividade, pode fazer; e essa é a primeira e mais importante coisa que devemos fazer.

Benefícios do Curso Pregador de Qualidade

Com o curso pregador de qualidade você estará apto a:

Elaborar uma pregação do início ao fim;

Elaborar e pregar os três tipos de sermões, o temáticotextual e o expositivo;

Fazer uma introdução interessante na pregação;

Escolher o texto oportuno para cada ocasião;

Escolher um tema atraente para a pregação;

Fazer uma boa conclusão e o apelo na pregação;

Usar ilustrações que encantam seus ouvintes;

Vai aprender a como vencer o medo de falar em público;

Também irá conhecer os segredos da oratória para o pregador e muito mais;

Até mesmo para quem vai pregar pela primeira vez.

Deixe um comentário